Formulário Enviado

JointBee Logo

 

A cultura comeu a estratégia?

Dizem que a cultura comeu a estratégia no café da manhã. Essa expressão, que eu confesso não saber quem disse primeiro, faz muito mais sentido quando a gente compreende bem o que é CULTURA ORGANIZACIONAL.

Em meu artigo anterior, eu dei muito destaque sobre a importância em rever a cultura organizacional no momento em que estamos vivendo, visando fortalecer e proteger a sua empresa durante e pós crise, decidi falar mais um pouco sobre este assunto, e porque ele é tão importante.

A cultura organizacional é um conjunto de regras tácitas que são estabelecidas dentro da empresa de forma espontânea.

Claro que você pode e deve ter consciência daquilo que está imprimindo como cultura na sua empresa, mas infelizmente a maior parte dos líderes não presta atenção a isso ou deseja algo que eles mesmos não fazem, e por isso vivem num mundo de fantasia, crendo que estão construindo uma cultura positiva enquanto na verdade estão promovendo comportamentos muito distantes daqueles que julgamos no mínimo “produtivos”.

Isso influencia a empresa inteira, inclusive as suas vendas.

POR QUÊ?

Porque existem duas coisas que constroem a cultura de uma empresa:

  1. O Modelo de Gestão adotado, 
  2. E o Papel Desempenhado pela Liderança. 

Quer saber como isso funciona e como você pode se beneficiar disso? Continue lendo…

O MODELO DE GESTÃO

A forma como você determina o que é certo e o que é errado na organização determinará parte da cultura organizacional da sua empresa.

Por exemplo: o não atingimento de uma meta de vendas pode ser motivo de dura repreensão ou de displicente “vista grossa”, e convenhamos, nenhuma das duas coisas é boa.

A sua reação e a conduta com relação a isso determinará em grande parte a forma como a sua equipe se comportará com relação aos compromissos comerciais que você estabeleceu. Já fui testemunha destas duas situações em empresas por onde passei. Posso afirmar com conhecimento de causa que a primeira delas destrói rapidamente uma equipe de vendas, e a segunda a afasta progressivamente das suas metas e do compromisso com os seus clientes.

O PAPEL DA LIDERANÇA

Toda organização precisa de uma liturgia concretamente estabelecida, que todos possam reconhecer e respeitar. Mesmo que discordem.

Uma rotina gerencial bem estabelecida e fielmente cumprida pelo líder oferece conforto e direção para a sua equipe, além de ditar as regras sobre como todos serão cobrados e quando poderão dar e receber feedbacks de modo a ajustar comportamentos, expectativas e resultados.

Se você é líder e não obedece rigorosamente a uma liturgia empresarial não sabe o que está perdendo. E nem imagina o mal que está fazendo à sua empresa.

Uma organização precisa estar baseada naquilo mesmo que a define: organização. Nem todos os seus funcionários apreciam a sua forma de organizar o andamento das coisas, mas acredite eles gostarão ainda menos se você não tiver nenhuma.

Deli Matsuo oferece dois exemplos típicos de culturas organizacionais influenciadas pelo modo de gestão adotado:

  • Uma fábrica de bens de consumo,
  • E uma empresa de serviços com foco em inovação.

O primeiro caso, que utiliza um conceito fabril como o modelo Toyota de gestão por exemplo, privilegia o controle de processos. Quanto melhor for este controle maior será o grau de repetição das tarefas estabelecidas e, portanto, o controle sobre a qualidade. Note que isso gera um determinado tipo de profissional, porque reconhece um determinado tipo de comportamento.

O segundo caso, que pode ser exemplificado pelo Google, é um modelo aberto, com metas bem mais frouxas e tolerância ao erro, liberdade para criar e errar sem que isso penalize a sua carreira. Este tipo de ambiente, ao contrário do outro, cria profissionais mais ousados.

Ou seja, o modelo de gestão implantado pela liderança e a sua forma como conduz a empresa definirão a reação das equipes.

SIMPLES, NÃO É?

Fica a dica de ouro: estabeleça vigorosamente a sua liturgia empresarial!

Isso deve ser feito através de eventos rotineiros claros e formais, como reuniões de resultados, follow-ups de projetos e metas, feedbacks e coisas do tipo. Sua equipe pode demonstrar chateação em alguns casos, mas não perca a fé. Se você sabe que tipo de cultura deseja implantar gostará de ver que a sua conduta é a coisa mais importante que se pode utilizar para torná-la forte e influenciadora. E os frutos serão bem vindos por todos. Você vai ver.

Bee. JointBee. Hands on. 

© JointBee . Todos os direitos reservados.